Arquivos

Quanto o YouTube paga por 1 bilhão de visualizações?

Provavelmente você já ouviu histórias de youtubers que se tornaram milionários, certo? Mas quanto o YouTube paga por 1 bilhão de visualizações?

Apenas para você saber, o pagamento feito pelo YouTube aos criadores de conteúdo é em dólar, e baseado na regra de CPM – Custo por Mil.

E não é por acaso que mais e mais pessoas estão se lançando na plataforma, afinal, os rendimentos são extraordinários, e melhor, você ganha fazendo algo que gosta.

Para tirar todas as suas dúvidas sobre o valor que o YouTube paga por 1 bilhão de visualizações, neste post, reunimos tudo o que você precisa saber!

Quanto o YouTube paga por 1 bilhão de visualizações?

Como você deve saber, hoje, é totalmente possível ganhar dinheiro postando vídeos na internet, e o YouTube foi a primeira plataforma a remunerar os criadores de conteúdo, principalmente por meio de publicidade.

Mas, para responder a pergunta de quanto o YouTube paga por 1 bilhão de visualizações, em média, um Youtuber ganha entre U$1 a U$ 2 por cada 1000 visualizações.

Ao fazer o câmbio do dólar para o real, esse valor equivale a algo entre 6 e 12 reais.

Portanto, fazendo as contas, por 1 bilhão de visualizações, o YouTube paga cerca de R$ 3,1 milhões (que pode variar de acordo com a cotação do dólar no momento).

Não é por acaso que a cada dia surgem novos canais, inclusive, para ampliar ainda mais a audiência, muitas marcas têm investido em comprar views Reels.

Isso porque, juntamente com os vídeos do YouTube, os Reels se tornaram a sensação do momento!

Como funciona a remuneração?

A remuneração no YouTube funciona da seguinte maneira:

Os criadores de conteúdo publicam um vídeo no canal e ganham conforme o número de visualizações alcançadas via os anúncios divulgados no vídeo.

Ou seja, os valores são pagos conforme a visualização e cliques nos anúncios, além do tempo em que a publicidade é assistida.

Para isso, é necessário ser admitido no Programa de Parcerias do YouTube, que exigem respeitar determinados critérios:

  • Acumular mais de 4.000 horas de exibições públicas válidas, ao longo de 12 meses;
  • Ter no mínimo 1000 inscritos no canal;
  • Respeitar as políticas de monetização do YouTube;
  • Possuir uma conta no Google AdSense;
  • Viver em um país ou região em que o Programa de Parcerias é oferecido.

Esses critérios são estabelecidos para fazer com que os criadores de conteúdo que utilizam a plataforma se comportem como usuário responsável.

Eles permitem também ao YouTube dispor de informações suficientes para analisar um canal.

Vale a pena ser Youtuber?

Agora que você já sabe quanto o YouTube paga por 1 bilhão de visualizações, é claro que vale a pena ser Youtuber.

No início, a plataforma era destinada a amadores que queriam produzir conteúdo criativo, mas muito rapidamente, as marcas perceberam todo o potencial da plataforma.

Dessa forma, passaram a usar como ferramenta de comunicação e divulgar suas mensagens para seu público.

Hoje em dia, o YouTube é utilizado tanto por amadores como profissionais, e todos os assuntos são abordados: moda, culinária, esporte, história…

Entre os criadores de conteúdo que são remunerados pelos vídeos postados, enquanto alguns só complementam a renda, outros vivem dessa paixão e se tornaram uma espécie de celebridade.

E quem sabe você não é o próximo Youtuber famoso do Brasil?

Conclusão

Por mais que seja tentador o quanto o YouTube paga por 1 bilhão de visualizações, não é um trabalho da noite para o dia.

Muitos Youtubers famosos começaram postando um vídeo aqui e outro ali, mas perceberam que manter uma regularidade nas postagens e tratar de um assunto que despertasse o interesse das pessoas, é o que fazia a diferença.

Portanto, se você está pensando em se tornar o mais novo milionário no YouTube, tenha em mente que deverá se dedicar bastante, ser muito criativo, e principalmente, construir uma comunidade fiel e engajada!