Arquivos

Saiba o que são fashiontechs e como funcionam

As novas tecnologias estão revolucionando o modo como estamos nos relacionando com os mais diferentes utensílios do dia a dia: sejam eletrodomésticos mais potentes, eletrônicos mais inteligentes e até mesmo carros que se movimentam sozinhos.

A moda não fica para trás nas inovações tecnológicas. Essa tendência traz uma nova visão sobre o modo de produção e relação com o consumo, principalmente no que diz respeito às marcas minimalistas do mercado fashionista.

Fashiontech: o que é?

O termo “fashiontech” (“fashion” + “technology”) é usado para designar um grupo de startups ou empresas de médio a grande porte do segmento de moda que criam seus produtos por meio da união do design fashionista e das tecnologias inovadoras mais recentes.

A combinação desse modus operandi é trazer cada vez mais os melhores materiais para a confecção de seus produtos (roupas e acessórios), além de melhorias na relação da marca com o cliente e parceiros.

Moda e tecnologia: história dessa união

Não é de hoje que moda e tecnologia andam juntas. A própria máquina de tear, amplamente usada na 1ª Revolução Industrial, trouxe uma grande inovação na forma como passamos a produzir e consumir roupas em larga escala e qualidade.

Atualmente, a inovação tecnológica está não só nas ferramentas usadas para a confecção dos produtos (uso de impressoras 3D, nanotecnologia, couro sintético de alta qualidade, sistema antissuor e antiodor), mas também em sua criação com estudos via Big Data.

Não é à toa que um dos motes desse setor é a cocriação: quais são as demandas do público? Como os designer de roupas podem criar peças inovadoras para seus clientes? Como a tecnologia pode ajudar no desenvolvimento desses produtos agregando valor e diferenciando-os dos demais itens disponíveis no mercado?

Principais características e diferenciais de uma fashiontech?

O segmento de moda está repleto de empresas e atuantes que se destacam por suas estampas, cortes, tecidos usados, entre outros fatores. Ao falarmos das principais características das fashiontechs, é preciso dar destaque justamente àquele que é o seu diferencial frente às marcas tradicionais do setor de moda.

Uma marca que trabalha fortemente com tecnologia aplicada à produção de vestuário leva bastante em consideração pilares como a relação da sociedade com o mundo digital. Também tem forte apelo à sustentabilidade e formas otimizadas de proporcionar o acesso a seus produtos através do modelo D2C, embora muitas das fashiontechs não sejam exclusivas do universo digital (e-commerces) e consigam coexistir com o mundo físico e unir as inovações desses dois sistemas para trazer um atendimento personalizado ao cliente.

Fashiontech: produtos típicos

Entre os produtos que se destacam nesse ramo da moda estão desde as usadas por astronautas, esportistas de alto desempenho, até mesmo aquelas peças que estão em nosso guarda-roupa para uso cotidiano.

No grupo desses últimos produtos, destacam-se as camisetas antiodor, as impermeáveis, com proteção aos raios solares, entre outros modelos. É só fazer um teste: pegue uma camiseta tradicional e jogue água — ela ficará ensopada. Em uma camiseta tecnológica, o mesmo teste produzirá um resultado diferente: uma camiseta seca, como se nunca tivesse tido contato com algum tipo de líquido.

O mesmo vale para teste de lavagens na máquina: camisetas tradicionais costumam deixar resíduos (os famosos “pelinhos nas roupas”). As tecnológicas, por outro lado, não permitem que demais fibras para além da peça grudem no vestuário.

Essas características se devem à confecção da malha, que traz uma combinação de materiais naturais com sintetizados na indústria, sem deixar de lado a alta qualidade do produto.

 

Gostou do artigo? Então não deixe de seguir o nosso blog, fique por dentro das notícias!