Arquivos

Como a tecnologia digital pode impactar o agronegócio?

A tecnologia digital no agronegócio pode surpreender aos mais distraídos, contudo ela é uma tendência que já está sendo colocada em prática há alguns anos. 

Sua aplicação, aliás, promete melhorar ainda mais a produção de alimentos e torná-la mais prática ao mesmo tempo em que proporciona menos danos ao meio ambiente e alcança maior sustentabilidade!

Para saber como a tecnologia está impactando o agronegócio e promete revolucioná-lo de uma maneira jamais vista antes continue lendo e confira tudo sobre o assunto.

Tecnologia digital no agronegócio: Como se aplica?

É possível se afirmar que a tecnologia se encontra democratizada ou ao menos segue vitoriosa no seu objetivo de expansão e de chegar a cada vez mais lugares e pessoas.

Contudo, embora ela permita interações sociais independentemente das distâncias, bem como pesquisas e maior conhecimento, ela não se limita ao uso doméstico, obviamente.

Dentre os ramos que estão cada vez mais ligados nas modernizações tecnológicas e em formas de aplicá-las às suas atividades está o agronegócio. A produção de alimentos a partir da agricultura tem muito a ganhar com o uso da tecnologia.

É por isso que a tecnologia digital no agronegócio tem se tornado cada vez mais presente. Ela se aplica, por exemplo, aos mapeamentos de solo e climáticos que influenciam de sobremaneira nas produções. 

Ao mesmo tempo, ajuda não apenas a monitorar mas também na tomada de decisões acerca das plantações. A partir disso é possível direcionar os esforços de maneira mais assertiva e de forma mais produtiva.

Ainda, é impossível ignorar que a agricultura, assim como os demais ramos de atividades econômicas, busca o lucro por meio da venda da produção de insumos. 

Portanto, a tecnologia digital no agronegócio tende a auxiliar no aumento das vendas ou na busca por melhores preços ao oferece a possibilidade de criar website para as empresas do ramo.

Veja agora, então, as principais aplicações da tecnologia digital no agronegócio.

  1. Sensores podem colher dados importantes para tomadas de decisões e controle de plantações

Em primeiro lugar, a tecnologia já oferece aos operadores da agricultura formas práticas e inteligentes de colher informações que influenciam diretamente sobre as produções.

Os sensores de solo representam a tecnologia digital no agronegócio que permite que haja o colhimento de informações sobre a situação do solo, a quantidade de água presente e a comparação entre esses dados e aqueles relacionados às previsões meteorológicas. Isso ocorre para cada ponto do solo, aliás!

A partir disso as decisões podem ser tomadas de maneira embasada. E não é só isso! Esses sensores igualmente têm a capacidade de tomar algumas decisões por si só e direcionar ações de forma automática.

  1. Tecnologia digital no agronegócio inclui drones

A aplicação dos drones no agronegócio também tem se mostrado como uma tendência que somente tende a crescer.

Os drones nada mais são do que pequenas aeronaves dotadas de câmeras e que podem ser controladas à distância, por meio de controles, ou simplesmente programadas para seguir um percurso pré-determinado.

Com o uso dessa tecnologia digital no agronegócio é possível obter informações ilustradas sobre a situação da lavoura investigada. Assim, existem sistemas que realizam o processamento automático das imagens e até mesmo a leitura dos dados que elas oferecem.

A partir disso, novamente se faz possível tomar decisões mais embasadas e que realmente surtem efeito positivo na qualidade da produção e no seu rendimento.

  1. Softwares de gestão com integração entre dispositivos

Os softwares de gestão também se destacam quando o assunto é tecnologia digital no agronegócio. Com essas ferramentas o produtor é capaz de obter diversas informações, bem como construir um aparato tecnológico com diversas funções.

Esses softwares, por exemplo, fazem uso de sistemas de nuvens. Dessa maneira, o compartilhamento de informações é mais seguro e realizado em tempo real. 

Ao mesmo tempo eles também contam com dados que auxiliam na tomada de decisões e melhoram a comunicação entre as pessoas envolvidas no processo produtivo. 

  1. Marketplace

Conforme brevemente citado, a tecnologia no agronegócio está presente, igualmente, nas possibilidades comerciais que são criadas e expandidas pela internet.

Afinal, o objetivo final de uma produção agrícola é seu escoamento por meio da venda para terceiros. Um produtor ou uma empresa produtora, então, podem se valer da idéia de criar website para expandir os locais de vendas.

Já existem aplicativos voltados especialmente para a comercialização de produtos agrícolas.

Dentre os mais utilizados estão aqueles com multifuncionalidades. Por exemplo, elas estão presentes quando a ferramenta oferece ofertas de produtos, espaço para negociação e até mesmo a apresentação de soluções e oportunidades para os produtores.

Assim, construíram-se espaços onde o produtor pode não apenas oferecer seus serviços, mas encontrar auxílio para melhorar sua produtividade, o valor da sua produção e para conseguir incentivos financeiros.

A tecnologia digital no agronegócio, portanto, já é uma realidade e não pode ser ignorada na medida em que apresenta soluções inúmeras para os produtores.