Arquivos

Tecido biodegradável: saiba mais sobre a tecnologia

O tecido biodegradável vem se tornando uma opção cada vez mais comum no mercado e grandes marcas já produzem peças diversas com o material. Por isso, é possível encontrar as melhores lingeries, roupas e sapatos feitos com esse tipo de tecido.

Apesar de o tecido estar ganhando popularidade, muitas pessoas ainda têm dúvidas sobre sua qualidade, fabricação e até mesmo durabilidade. Entenda como é o tecido biodegradável e as razões que fazem dele um importante material para o mercado têxtil.

O que é o tecido biodegradável?

O tecido biodegradável, como o próprio nome sugere, é um tecido reconhecido por seu menor tempo de degradação e decomposição na natureza. Por isso, se tornou uma opção muito mais sustentável para o mercado de moda, um dos mais poluentes do mundo.

Contrariamente aos tecidos tradicionais, que levam cerca de 50 anos para se decompor (ou até 100 anos, dependendo da composição), a opção biodegradável se decompõe em apenas três anos após o descarte. Diferentemente do que muitas pessoas pensam, isso não afeta a durabilidade da peça, pois esse tempo só é considerado após o descarte. Por isso, seu tempo de uso também pode ser estendido, além da possibilidade de reciclagem em muitas das fabricações com tecido biodegradável.

Outro ponto é que alguns tipos de tecido também podem ser colocados em composteiras (geralmente, devem ser descartados no lixo orgânico), evitando ainda mais que a peça polua a natureza.

Como é feito o tecido biodegradável?

Para que sejam decompostos com maior rapidez, a principal característica dos tecidos sustentáveis é a composição. Podem ser feitos tanto de fibras naturais (vegetais ou animais) quanto sintéticas. Estas podem ser de base natural ou tratadas quimicamente, para promover a decomposição em menos tempo. Ou seja: são diversas as formas de produzir o tecido biodegradável, sendo que todas as maneiras apresentam prós e contras, além de cada tipo ser indicado para um tipo de peça específica, por exemplo.

Entre as principais e mais comuns matérias-primas estão:

  • algodão orgânico;
  • linho;
  • cânhamo;
  • fibra de celulose
  • fibra de laranja;
  • fibra de soja;
  • poliamida biodegradável (sintética);
  • poliéster biodegradável e reciclado (sintético).

Esses são os principais tipos, mas a indústria têxtil está sempre inovando quando o assunto são as fibras sustentáveis. Por isso, muitos outros materiais podem ser utilizados para essa finalidade, dependendo da forma de produção.

Os benefícios do tecido biodegradável

O principal benefício desse tipo de fabricação é, sem dúvida, o menor impacto ambiental. Como sua decomposição sendo muito mais rápida e seus componentes menos poluentes, os tecidos biodegradáveis se tornaram uma opção cada vez mais comum e procurada pelos consumidores.

Entre os principais benefícios do uso do tecido biodegradável estão:

  • produção mais limpa e menos poluente em comparação a tecidos tradicionais;
  • degradação mais rápida;
  • menos poluente para o meio ambiente;
  • favorece a sustentabilidade;
  • contribui com a diminuição de lixo na natureza;
  • a produção de peças é feita praticamente da mesma maneira que com tecidos tradicionais (sem aumentar custos).

Por conta de todos esses benefícios, muitas marcas estão mais de olho nessa tecnologia e optando por esse material na hora de produzir suas peças. Vale dizer que a chegada da geração Z (nascidos de 1996 a 2010) ao mercado de consumo também pode ter impulsionado essas mudanças, pois são considerados o grupo mais preocupado com a natureza.

O uso do tecido biodegradável

Hoje em dia, praticamente todos os tipos de peças de vestimenta podem ser produzidas com o tecido biodegradável. Assim, é possível encontrar roupas do dia-a-dia, alfaiataria, lingerie, calçados e muitas outras opções para serem consumidas no mercado.

O uso do tecido biodegradável, durante a produção, exige alguns cuidados especiais, mas, no geral, marcas veem essa mudança como investimento, considerando que peças biodegradáveis se tornarão cada vez mais comuns e procuradas. Além disso, muitas peças sequer necessitam de um procedimento diferenciado, não alterando valores da produção.

Para os consumidores que buscam diminuir seu impacto na natureza, consumir produtos feitos com tecido biodegradável é uma opção benéfica e sustentável, aumentando o custo-benefício desse movimento em prol do futuro.

Gostou de mais um dos nossos artigos? Então aproveite o espaço abaixo e deixe o seu comentário!