Arquivos

Conheça os estados que mais produzem café no Brasil

Que o café é uma das bebidas preferidas dos brasileiros, isso ninguém tem dúvidas. Ainda assim, você já parou para pensar onde são produzidos os grãos mais consumidos e quais são as regiões cafeeiras?

Dependendo do local onde é cultivado, e de seu clima, o líquido ganha um sabor e aroma diferenciado. Tanto que os degustadores conseguem dizer qual é um café mineiro e qual é paulista, por exemplo. Descubra agora quais estados mais produzem essa bebida tão amada.

São Paulo

Algumas cidades paulistas são responsáveis pela produção de café. Inclusive, o estado tem peso quando se fala na bebida. Mogiana, no norte de São Paulo, já realiza o cultivo há mais de 200 anos.

A região, na verdade, abriga diversas cidades, como Franca, Batatais e São João da Boa Vista. Os cafés de Mogiana são frutados ou adocicados, cremosos e com acidez média. Outros municípios produtores da bebida são Ourinhos e Avaré. Lá os cafés são cítricos e com aromas de ervas frescas.

Minas Gerais

Minas é tido como o maior produtor de café, inclusive, é responsável por mais de 50% da produção nacional. O café tipo arábica é o grão plantado na região do Sul de Minas, enquanto o Cerrado, as Matas de Minas e a Chapada de Minas são os locais responsáveis pelo cultivo.

Acidez equilibrada e doçura são as principais características do café do Sul de Minas, responsável por 70% da produção do estado. Já as outras regiões entregam variação na acidez (mais acentuada ou delicada), aroma e notas de chocolate.

Bahia

O estado é responsável por entregar os cafés especiais, principalmente a região da Chapada Diamantina, devido a sua altitude e temperatura. O tipo arábica é cultivado por lá, com acidez cítrica, notas de melaço e sabor adocicado.

O café da Bahia também é mais encorpado e aveludado, resultado das características da região onde ocorre a plantação. Outro segredo para a qualidade e entrega dos grãos especiais está no momento da colheita, feita de forma bastante seletiva, com foco apenas nos grãos maduros.

Paraná

O Paraná ganhou destaque na produção cafeeira a partir da década de 50. É um grão muito valorizado e de altíssima qualidade, cultivado no norte do estado. As temperaturas e as altitudes são responsáveis por entregar sabores e aromas mais complexos no café do tipo arábica.

Quanto ao sabor, tende a ser mais doce, com notas de caramelo e chocolate. Já a acidez é média, assim como o corpo da bebida.

Espírito Santo

Ao lado de Minas Gerais e São Paulo, o Espírito Santo também é um dos maiores produtores de café brasileiros. Lá o tipo cultivado é o robusta, que se adaptou bem a região.

Quem gosta de degustar encontra uma bebida mais encorpada, com acidez delicada e doçura marcante.

Rondônia

O café produzido na região norte do Brasil é exclusivamente do tipo robusta. Sua média de produção fica na casa das 2 mil sacas sendo feita no cultivo tradicional familiar.

A acidez é suave, o aroma agradável e seu sabor tem notas de chocolates, castanhas e frutas secas. O corpo da bebida é aveludado e o amargor lembra nibis de cacau.

Rio de Janeiro

No Rio de Janeiro o foco e destaque também ficam com os grãos especiais. Inclusive, os grãos cultivados na região são conhecidos não somente no Brasil como no mundo todo.

As principais características deste café são aroma e sabor intenso e o foco está na produção de grãos Catuaí e Mundo Novo.

E ai caro leitor do blog, você já conhecia os estados que produzem a maior quantidade de café no Brasil? Apesar de o foco estar no tipo arábica, outros grãos também ganham destaque tanto no país quanto no restante do mundo. Agora, aproveite e vá degustar o seu café preferido!