Arquivos

É seguro frequentar academia durante a pandemia?

Com certeza estamos passando por momentos conturbados em nosso país no último ano. 

Essa pandemia veio com tudo mexer com nossas vidas de diversas maneiras. Na nossa vida fitness não foi diferente. 

Aberturas e fechamentos, mudança de horários de funcionamento, – causando mais aglomeração – e claro, muitas dúvidas nos afetam, inclusive em relação a frequentar a academia mesmo durante a pandemia do Covid-19. 

A verdade é que as academias sempre foram locais de muita higiene, afinal, é um local de preocupação com o bem-estar do aluno frequentador. 

Agora não é para menos que as academias estão seguindo à risca todos os procedimentos de biossegurança. Uma vez que em muitos locais a atividade física ainda não foi classificada como “atividade essencial”. 

As academias sempre foram sinônimo de locais de saúde e bem-estar, e de repente, passaram a ser locais de contaminação altíssima. Esse artigo também serve para tentar quebrar esse estigma. 

Enfim, com essa matéria saberemos se é seguro ou não frequentar a academia durante a pandemia. 

Por que é seguro frequentar academias? 

Pela simples razão que o protocolo de segurança está mais rígido que nunca. Simplesmente todos os estabelecimentos adotaram o protocolo até para não correrem o risco de fecharem de novo. 

Muitas academias estão com planos de ação no que diz respeito à segurança. 

Como por exemplo: limite do número de frequentadores por horário. É uma prática útil pois evita aglomerações. 

Veja mais ações de prevenção ao Covid nas academias

  • distanciamento entre os equipamentos
  • higienização dos equipamentos antes e após o uso
  • agendamento das aulas
  • uso obrigatório de máscaras
  • disponibilidade de álcool em gel e/ou líquido para higienização dos aparelhos

A maioria das academias está tendo que inovar e para não ficarem sem funcionar por completo, mesmo em tempo de fechamento, a ideia foi de dar aulas online

E muitas seguiram com planos que contém aulas online em seus portfólios. 

A importância da atividade física em tempos de pandemia

Uma das definições de sedentarismo é não fazer nenhuma atividade física leve por pelo menos 150 minutos por semana. 

Ou seja, para não ser considerado sedentário, o indivíduo precisa fazer atividades físicas moderadas 5 vezes por semana durante trinta minutos. 

E porque estamos falando isso? 

Porque segundo o estudo do Jornal Britânico de Medicina Esportiva, uma pessoa que é sedentária tem duas vezes chances de correr risco de morte pelo vírus da Covid.

Já deu para perceber a importância de uma atividade física frequente, principalmente em tempos de pandemia de uma doença respiratória. 

Portanto, se você tem algum tipo de comorbidade, por exemplo, como diabetes, hipertensão ou tabagismo, é extremamente necessário voltar ou iniciar as atividades físicas. 

Segundo dados analisados neste estudo, somente pessoas de idade avançada ou com órgãos doados conseguem superar os números de pessoas sedentárias em caso de ser contaminado com o vírus. 

Obesidade como comorbidade mais fatal

A obesidade é tida como uma das mais fatais comorbidades pois pode criar um ‘combo’ de outros agravantes. 

Ou seja, com o peso fora de controle, há a chance de vir outros fatores de risco como hipertensão como citado acima, mas também, pressão arterial desregulada e doenças respiratórias. 

Por mais que, para alguns seja um tabu, a verdade é que a obesidade é muito prejudicial à saúde e pode ser um fator decisivo para prevenção da Covid se houver perda de peso. 

Claro, com a perda de peso vem vários benefícios à saúde em geral. 

Exercícios físicos são essenciais para garantir um bom funcionamento do sistema imunológico. 

Inclusive, com a prática de atividade física regular, as chances de reduzir a hospitalização devido ao vírus reduz em até 34% segundo estudo da FAPESP. 

A qualidade de vida é inerente a uma vida saudável. Atividades físicas regulares aliadas a uma boa alimentação são indispensáveis para todos. Seja para prevenção do vírus da Covid ou qualquer outra doença. 

Exercícios físicos, seja em uma academia, ao ar livre com a produção de vitamina D pelo corpo ou em casa, contribuem para uma qualidade de vida melhor, sono melhor, sistema imunológico mais aguçado, níveis de depressão e estresse baixíssimos.

Também é fato que as academias estão seguindo os protocolos de segurança, garantindo prevenção tanto a alunos quanto funcionários. 

A consciência e bom senso devem seguir sempre conosco. Isto é, os alunos também são livres para levar o próprio álcool em gel, os próprios meios para se prevenir de pegar doenças transmissíveis. 

Com a ajuda de todos, venceremos mais essa etapa.