Arquivos

Está na hora de trocar de carro? Veja quais são os sinais de que chegou o momento de substituí-lo

Se você já rodou muitos quilômetros, a família cresceu ou aparece algum defeitinho todo dia, pode ser o caso de começar a busca por um veículo novo.

Um automóvel é mais que um meio de transporte, sendo um companheiro de vida. Por isso, muita gente sofre na hora de trocar de carro e fica adiando esse momento enquanto pode. No entanto, saber a hora certa de investir em um veículo novo é essencial para o seu bolso e o seu conforto.

Se você é um dono atento, provavelmente, vai perceber quando o seu carro começar a dar sinais de que chegou a hora de substituí-lo. Mesmo que ele não esteja apresentando problemas, outros fatores devem ser considerados para que você não deixe o momento certo passar.

Para fazer um bom negócio, é sempre bom prestar atenção no momento do mercado, conversando com especialistas e pessoas da sua confiança, que entendam do assunto. De toda forma, os sinais abaixo costumam ser indicativos a considerar.

Garantia já acabou ou está no fim

Se o seu veículo atual foi comprado novo, o fim da garantia de fábrica pode ser um bom indicativo de que está na hora de considerar a troca por outro carro — com o benefício renovado.

O tempo de garantia de veículos novos varia de acordo com a marca e a concessionária em que ele foi adquirido, mas costuma ser de três a cinco anos. Após isso, você terá que arcar com as manutenções, especialmente, se já rodou muito, e a troca pode ser um jeito melhor de investir esse dinheiro.

Carro rodou muitos quilômetros

É difícil falar na frequência recomendada para que uma pessoa troque de carro, justamente porque ela tem tudo a ver com o uso que o indivíduo faz. Se você andar pequenas distâncias, apenas na cidade, é bem possível que tenha que trocar de carro menos vezes que alguém que viaja bastante ou roda por estradas de terra.

A quilometragem é um bom indicativo do possível desgaste já sofrido por aquele veículo, embora a forma como você cuida dele também influencie. Em geral, se o carro já rodou mais de 60 mil quilômetros, é hora de considerar a troca. Se a quilometragem for maior que 100 mil, provavelmente, já passou da hora.

Veículo já é conhecido na oficina

Todo veículo vai precisar de manutenção em algum momento, mas se, todo dia, aparece algum defeito novo, isso pode significar que as peças do veículo estão desgastadas e, consequentemente, você precisa de um carro novo.


Se o pessoal da oficina já conhece o seu carro e, todo mês, você tem algum problema, faça as contas: todo esse dinheiro poderia estar sendo usado para pagar as prestações de um veículo no qual você pudesse rodar mais tranquilo.

Outro sinal relevante é o fato de as manutenções estarem cada vez mais caras, com a necessidade de trocar de peças constantemente, por exemplo. Todas as peças têm vida útil e, se uma apresentou problema por desgaste, é provável que também esteja chegando o tempo das outras.

Se você tem um carro mais luxuoso, em que qualquer manutenção custa caro, também vale avaliar se não é melhor comprar um novo.

Motorista tem novas necessidades

Está ganhando um pouco mais, a família aumentou ou você finalmente conseguiu comprar aquele sítio para passar os finais de semana? Mudanças de vida também exigem um carro que seja compatível com as novas necessidades, como um porta-malas maior, um modelo mais luxuoso ou aquele 4×4. Nesses casos, a dica é fazer um bom planejamento e realizar o seu sonho!