Arquivos

Como vender suplementos com e-commerce?

O mercado para suplementos está mais aquecido do que nunca. Aliás, o interesse dos consumidores só aumentou com o passar dos anos, sendo um ótimo nicho para empreender.

No entanto, é importante adotar métodos mais modernos de vendas. Ir de porta em porta, embora seja uma estratégia que funcionou durante anos, já não é tão interessante quanto antes.

O mundo todo está de olho no poder da internet para gerar vendas maciças e consistentes!

Um passo muito importante, então, é investir em um e-commerce. Com as ferramentas de hoje, isso é barato, rápido e simples de se fazer.

Quer aprender a vender suplementos com e-commerce? Vamos lá!

Escolha bem o design de seu e-commerce de suplementos

O design é uma peça fundamental para seu e-commerce. De fato, é ele quem vai transmitir profissionalismo aos usuários — ou desconfiança, a depender do caso.

Em geral, uma apresentação simples, sem muitas cores e com menus intuitivos é a melhor escolha. 

O excesso de elementos pode prejudicar a experiência do usuário durante a interação em seu site — e isso deve ser evitado.

Além disso, os produtos devem estar separados por categoria, faixa de preço, e qualquer outro detalhe que possa ser importante para o consumidor. Assim fica fácil para ele encontrar o que precisa, o que resulta em uma taxa maior de venda.

Os temas simples, portanto, conseguem satisfazer todas as necessidades do seu e-commerce.

Faça uma pesquisa de mercado acerca dos suplementos mais vendidos

Em todos os ramos de negócio há produtos que fazem sucesso e outros que não chamam atenção. Então, o ideal é realizar uma pesquisa de mercado para entender o desejo do consumidor.

Atualmente existe um apelo enorme para o sabor dos suplementos. 

Como a tecnologia está bastante evoluída, eles entregam quase sempre os mesmos resultados, tornando o sabor um diferencial competitivo.

Assim, é esperado encontrar preferências por marcas por conta do gosto do suplemento, e você, como vendedor, deve ficar atento a isso.

Além disso, como é um mercado bastante grande, novos produtos são lançados com regularidade. Investir ou não nesses produtos depende do seu caso, principalmente o tempo que já atua no mercado.

Não é aconselhado investir em novidades se for sua primeira vez no ramo. Assim, apostar em produtos consagrados é o melhor caminho, no começo.

Lista de produtos em destaque

Há uma busca por diversos produtos para academias, e os suplementos batem recordes nesse quesito.

No entanto, ao contrário do senso comum, não são apenas os produtos voltados ao ganho de massa ou emagrecimento que se destacam, mas sim os que visam melhorar a saúde de forma geral.

Veja alguns produtos que já fazem bastante sucesso.

  • Whey Protein
  • Vitamina D
  • Creatina
  • BCAA
  • Hipercalóricos
  • Ômega 3
  • Termogênicos
  • Óleo de Cártamo
  • Glutamina
  • L-Arginina

O mais famoso de todos é o Whey Protein. Porém, vale lembrar que existem vários tipos de Whey por aí, como 3W, Isolado, Hidrolisado e diversas outras combinações, isso sem falar nas inúmeras marcas.

É aí que devemos tomar cuidado com o estoque do e-commerce. Tanto o excesso quanto a falta de produtos podem ser danosos para seu negócio.

Capriche na hora de trabalhar o SEO de sua loja virtual

O SEO é o responsável pela posição de uma página no Google. Ou seja, o site sobe no ranqueamento de acordo com sua otimização para o mecanismo de busca.

Em uma realidade onde bilhões de buscas são feitas no Google todos os dias, ficar em primeiro é extremamente lucrativo!

Embora exista muito estudo sobre como o Google funciona, ninguém sabe ao certo o que há por “debaixo do capô”. Aliás, nem mesmo os engenheiros da empresa compreendem completamente o algoritmo desse mecanismo de busca.

As diretrizes gerais já foram esclarecidas pela empresa, mas é nos detalhes que mora a dúvida. Em alguns casos, duas páginas parecidas podem ficar em posições muito diferentes.

Leia o próximo tópico para mais detalhes.

Regras básicas de SEO

  • Faça descrições completas, apresentando o máximo de informação possível;
  • Procure responder perguntas frequentes durante a apresentação do produto ofertado;
  • Na descrição, escreve ao menos 500 palavras, fazendo uso de títulos h2;
  • Escolhas imagens que agreguem valor ao consumidor, como é o caso das informações nutricionais dos suplementos;
  • Ajuste as páginas para caberem nas telas dos celulares;
  • Procure palavras-chave de interesse para seus consumidores e trabalhe-as em conteúdo textual.

Aproveite os benefícios da mídia paga

A mídia paga pode oferecer retornos assombrosos por meio de investimentos pequenos. A razão disso é que seus produtos são ofertados diretamente para quem tem interesse neles.

Vale tirar um tempo para estudar sobre anúncios no Facebook e Instagram, assim como o famoso Google Adwords.

Essas ferramentas ajudam bastante, ainda mais se você não for conhecido no mercado.

 Elas podem, por exemplo, facilitar na aquisição dos primeiros clientes, geralmente um passo bastante difícil para quem está começando.

Gostou do conteúdo? Não deixe de compartilhar!